Uma técnica de enfermagem, de 47 anos, lotada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Alto Alegre de Vilhena chamou a Polícia Militar na tarde de quarta-feira, 07, para denunciar um crime de desacato contra o acompanhante de uma paciente.

De acordo com informações levantadas pela reportagem do Extra de Rondônia, a servidora teria requisitado uma receita médica obrigatória para o atendimento da mãe do agente e ele teria se irritado com ele, afirmando que esta seria uma “vagabunda” e “filha da puta”.

Ainda revoltado pela forma de abordagem da funcionária, o acompanhante teria se apossado da bengala da mãe e ameaçado arremessar contra a técnica de enfermagem, só recuando quando ela afirmou que iria acionar a polícia.

Após as ofensas, o acompanhante saiu do local tomando rumo ignorado e o caso foi registrado para que sejam tomadas as providências posteriores.

 

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO