Cássio Góis (ao centro) com representante da AMEC e empresa vencedora / Foto: Divulgação

Nesta semana, em solenidade que estavam presentes do vice-prefeito, Cássio Góis (PP), o diretor da Autarquia Municipal de Esportes (AMEC), Claudemar Littig “Mão”, e o representante da empresa Base Engenharia, foi assinado Ordem de Serviço entre o Município e a referida empresa para que haja a remoção de uma arquibancada antiga, no estádio Aglair Tonelli, que havia sido interditada pelo Corpo de Bombeiros.

Há 10 anos que o local colocava em risco a segurança dos torcedores em Cacoal.

O prazo para a entrega da obra, conforme o contrato, é de 60 dias, mas de acordo com o “Mão”, a remoção deve acontecer bem antes, podendo inclusive demorar menos de 30 dias, pois há interesse das partes em concluir a obra o quanto antes.

Cássio Góis, que participou do evento representando o prefeito Adailton Fúria (PSD), afirmou que a obra abre caminho para a construção de uma nova estrutura, que inclusive já tem recursos liberados pelo senador Acir Gurgacz (PDT).

De acordo com o vice-prefeito, o material antigo será recolhido e será reaproveitado pelo município, que estudará em que locais deverá ser reutilizado.

“Mão” afirmou que o recurso para a nova estrutura do estádio será liberado posteriormente, quando o local estiver em condições de receber uma nova estrutura e o projeto for aprovado. A partir de aí, a obra deverá ser licitada e finalmente iniciada para que o Estádio tenha condições de receber um público maior e oferecer mais comodidade aos torcedores.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO