Adailton Fúria e a esposa Juliana Tamires / Foto: Divulgação

Em sua live semanal, o prefeito Adailton Fúria (PSD), surpreendeu, neste domingo, 18, com uma propositura um tanto questionável: ele convidou a esposa, Juliana Tamires, para assumir a Secretaria Municipal de Administração (Semad), no município de Cacoal.

O argumento usado para justificar a medida é que a primeira-dama sabe sua forma de pensar e agir. E, ela estando no comando de uma secretaria, que tem influência nos demais setores da administração, saberia como Fúria quer que as coisas sejam conduzidas.

Desta forma – justifica ele – poderia orientar os gestores desta pasta no sentido de agirem afinados com o pensamento do prefeito.

Ele também diz que a esposa tem plena capacidade para exercer a função e que ainda seria muito positivo para o funcionalismo, que é gerido pela pasta da Administração. Na live, Juliana aceitou o desafio de comandar a pasta. Porém, a nomeação ainda não foi oficializada no Diário Oficial.

NEPOTISMO?

A proposta ainda está sendo avaliada nos bastidores da política local e nas redes sociais há quem denuncie – caso seja publicada a nomeação no Diário Oficial – a possível prática de nepotismo na nomeação de Juliana.

Contudo, há quem garante que a nomeação da primeira-dama na titularidade de uma secretaria municipal não configura, por si só, nepotismo ou ato de improbidade administrativa, já que a lei estaria fora do alcance dos secretários municipais por serem cargos políticos.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO