Prefeito Adailton Fúria (PSD) / Foto: Extra de Rondônia

O prefeito de Cacoal, Adailton Fúria (PSD), vem governando a cidade desde o início do ano sendo avaliado por dois pontos de vista diferenciados: seus admiradores apreciam seu estilo arrojado, enquanto os críticos o julgam impetuoso demais.

Entre os que são pró ou contra sua administração, ele vai contabilizando ações de gestão em todos os setores da administração e tem se mostrado um dos chefes de Executivo mais carismáticos entre os que assumiram o mandato este ano.

Fúria recebeu, nesta segunda-feira, 19, a reportagem do Extra de Rondônia, ocasião em que concedeu entrevista onde enumerou suas ações e falou o que espera para o futuro próximo. Falando num fôlego só, algo bem típico dos jovens, o prefeito, de 34 anos, mostrou-se acima de tudo confiante e convicto.

PANDEMIA E SEM LOCKDOWN

Sobre suas ações neste início de mandato, ele começou relatando que assumiu sob o clima de medo da perspectiva de uma segunda onda da Covid-19, que prometia ser devastadora. “Então tivemos o desafio de trabalhar no sentido de promover ações no setor de saúde e ao mesmo tempo manter a economia local em atividade. No primeiro caso instalamos um hospital de campanha que continua funcionando até hoje com alto padrão de excelência, tendo já atendido mais de nove mil pessoas”, afirmou.

Prosseguindo, ele comentou a questão econômica, marcada por um desafio contra o governo estadual, que determinou a implantação de lockdown em todas as cidades de Rondônia. “Aqui não fizemos isso, e fomos à Justiça para garantir o direito de nossos empresários, que atuaram como fiscais do cumprimento das medidas sanitárias e apoiaram o município nas ações voltadas ao setor da saúde, e com isso Cacoal não parou, o que foi fundamental para que as demais áreas da admiração e da comunidade pudessem se manter em atividade plena”, explicou.

OBRAS, AGRICULTURA E EDUCAÇÃO

Equacionado o problema da pandemia, Fúria atacou outros setores da administração, cuidando desde ações de recuperação de ruas e estradas vicinais – “mesmo com chuva caindo em cima da gente” – promovendo operações tapa-buracos urbanas e recuperando vicinais. Ele também destaca o desmembramento da Secretaria Municipal de Obras e Agricultura em dois organismos independentes. “Isso permitiu que a gente desse maior atenção ao setor produtivo, que estava carente de ações e investimentos, e hoje temos programas como o ‘Porteira Adentro’, que estão promovendo uma verdadeira revolução no setor”, frisou.

Houve também avanços na Educação, com investimento em tecnologia e transporte. “A prefeitura adotou o Sistema Positivo e forneceu notebooks de última geração aos professores, diretores e outros funcionários da área, e com isso teremos um tremendo avanço em todo setor, garantindo um ensino de primeira qualidade aos nossos alunos”. Já no caso do transporte, a prefeitura está investindo na aquisição de 40 ônibus escolares, com recursos externos, o que dará autonomia neste quesito. “Hoje gastamos R$ 8 milhões por ano com empresas privadas, e a situação vai mudar”, garantiu.

INOVAÇÕES NA SAÚDE E RETOMADA DE OBRAS

O prefeito também falou de mais inovações na saúde, como a reforma na maternidade, abertura de uma policlínica e o Centro de Vacinações, que é uma referência para o Estado. “Hoje Cacoal é a única cidade de Rondônia que está vacinando até mesmo adolescentes com comorbidades, algo inédito em Rondônia”, destaca.

Fúria também fala de retomada de diversas obras que estavam paralisadas, “algumas com necessidade de realinhamento de valores, coisa que estamos fazendo dentro da total legalidade e transparência”, assim como da valorização dos quadro funcional efetivo do Município, com reavaliação de salários e outras ações, assim como estudo para a realização de concurso público no futuro.

Mas, o prefeito afirma que sua melhor realização até agora foi o fato de que “em pouco tempo conseguimos recuperar o orgulho dos moradores de nossa cidade se fazerem parte de nossa comunidade”.

VEREADORES, ELEIÇÃO E CRÍTICAS

Fechando a entrevista, Adailton comentou sobre a relação com o Legislativo, que considera “muito boa”, e dizendo que não tem problemas com nenhum vereador, “apenas um ou outro tem problema comigo, mas isso não atrapalha nossas relações institucionais”.

A respeito de uma disputa eventual a cargo eletivo no próximo ano, o prefeito diz que neste momento o foco é administrar Cacoal da melhor forma possível, e dar retorno à comunidade para a confiança que nele foi depositada. Mas, fez a observação tradicional de político que está nesta posição: “o futuro a Deus pertence”.

Antes de encerrar ao Extra de Rondônia, Fúria fez um gracejo sobre a crítica mais comum que recebe, que está relacionada a sua pouca idade: “caráter não se mede pelo tempo vivido, e hoje a gente vê pessoas experientes e calejadas no cenário político nacional protagonizando atitudes lamentáveis, que tem reflexos negativos para a sociedade. Penso em trabalhar em prol da população que me elegeu, dando tudo de mim para fazer o melhor possível, e espero que junto com a comunidade cacoalense a gente possa transforma nossa cidade na Capital do Café, do Cacau, do Investimento, da Imobiliária e do Desenvolvimento”, concluiu.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO