Manifestação aconteceu na sexta-feira Foto: Divulgação

Mais de duzentos servidores do Departamento de Trânsito de Rondônia (Detran-RO) se reuniram em frente ao Palácio Rio Madeira (CPA) na última sexta-feira 16.

Os servidores buscam realinhamento salarial baseados na isonomia de tratamento uma vez que o atual governador Marcos Rocha concedeu a várias categorias da segurança pública o referido realinhamento. A defasagem salarial já chega há oito anos e, a inflação já levou 54% do salário dos servidores.

Os servidores não descartam uma greve, mas ressaltam a necessidade de dialogo com o atual governo e reclamam que não existe abertura para qualquer negociação ou atendimento aos representantes da categoria.

O presidente do Sinsdet, Adonias de Deus, relata que vem tentando atendimento para tratar sobre o tema, mas não tem obtido sequer resposta por parte do governo.

A direção do sindicato e os servidores do Detran-RO entendem que é possível o realinhamento, pois o pagamento da folha dos servidores é feito com arrecadação própria e o Detran tem apresentado superávit nos últimos 10 anos.

Em apelo os servidores pedem através dos representantes do sindicato para fazer parte do atual governo, uma vez que estão vendo o Detran-RO sendo sucateado de forma muito abrupta e violenta.

Foto: Divulgação
sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO