Ane Marcelle vai disputar segunda Olimpíada da carreira REPRODUÇÃO/INSTAGRAM/@ANEMARCELLE

Em um esporte com pouca tradição no Brasil, Ane Marcelle dos Santos acredita que pode fazer história nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

A arqueira de 27 anos disputará no Japão a segunda Olimpíada da carreira e afirma que está mais amadurecida para conquistar uma medalha no tiro do arco.

Ane Marcelle precisou vencer o Pan-Americano da modalidade, disputado na cidade de Monterrey, no México, para chegar à Tóquio.

A carioca destaca a diferença da vaga para os Jogos Olímpicos de 2020: “Nessa eu tive que conquistar, tive que ir lá, passar os combates e conquistar a vaga. Então, essa foi muito mais importante.”

Na Rio 2016, Ane Marcelle chegou às oitavas de final e terminou na nona posição, melhor resultado de um brasileiro no tiro com arco na história do Jogos Olímpicos.

“Eu aprendi muito, amadureci bastante. O meu objetivo na Rio 2016 foi passar um combate, então eu espero que agora em Tóquio eu possa chegar na semifinal, para poder estar disputando essa medalha inédita para o Brasil”, diz a arqueira sobre a mudança de perspectiva após cinco anos.

Além da prova individual feminino, Ane Marcelle vai disputar na chave de duplas mistas ao lado de Marcus Vinicius D’Almeida. O arqueiro brasileiro também vai competir no individual masculino.

Para Ane Marcelle, o país pode conquistar uma medalha nas duplas mistas: “A gente está atirando muito bem. A gente foi medalha de ouro agora no Pan, no México. A gente está bastante confiante que a gente pode trazer essa medalha pro Brasil.”

A disputa na prova individual feminino começa nesta quinta-feira (22), às 21h (horário de Brasília). Já a prova masculina tem início nesta sexta (23), assim como a de duplas mistas.

Entenda como é a disputa no tiro com arco

A prova individual do tiro com arco tem 64 arqueiros. Antes do mata-mata, é realizada uma etapa em que cada atleta dispara 72 flechas. Esta fase preliminar não elimina nenhum arqueiro e é feita para definir as chaves do torneio.

Após a definição do ranking, baseado com a pontuação de cada atleta na fase preliminar, é determinada a ordem de cada combate. No caso da prova individual, o primeiro do ranking enfrenta o 64º; o segundo encara o 63º e assim por diante.

Cada combate tem cinco sets. Os arqueiros disparam três flechas por set e vence quem tiver a maior pontuação. O atleta que vencer o set leva dois pontos, se der empate, os dois arqueiros ganham um ponto. Para vencer o combate é preciso ganhar três sets ou chegar a seis pontos primeiro que o adversário.

Caso haja empate após os cinco sets, cada atleta dispara uma flecha extra e vence quem atingir o mais perto do centro do alvo.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO