Natalina Menezes Amaral/ Foto: Rede social

Natalina Menezes Amaral, de 46 anos, assassinada a golpes de faca na noite de quarta-feira, 21, dentro de uma casa localizada na Rua Paraíba, no setor 19 de Vilhena, era zeladora concursada da Creche Aparecida da Silva, situada no bairro Cohab.

A mulher, que foi esfaqueada por três vezes na região do pescoço pelo próprio companheiro, com quem mantinha um namoro há 8 anos e foi preso 6 horas depois do crime, quando retornou ao local para trocar de roupas, atuava como servidora do município há 23 anos.

A Secretaria Municipal de Educação-Semed emitiu uma nota em sua página no Facebook lamentando a morte da servidora.

A casa onde natalina foi assassinada era a residência do suspeito, porém, ela não morava no local.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO