Delegacia de Colorado do Oeste/ Foto: Leir Freitas

Na tarde de domingo, 25, um mecânico de 24 anos deu trabalho para uma guarnição policial de Colorado do Oeste, após fugir em alta velocidade em uma motocicleta e ainda agredir os militares com chutes e socos, lhes causando ferimentos e danos materiais.

De acordo com informações levantadas pela reportagem do Extra de Rondônia, ao avistar o mecânico D. A. L. cruzar a Avenida Solimões com a Rua Acácia em alta velocidade e desrespeitar a placa de PARE, a guarnição deu início ao acompanhamento do suspeito, que também não obedeceu às ordens para que encostasse o veiculo.

Após uma longa perseguição pelas ruas e Avenidas da cidade colocando em risco a própria vida e a de terceiros, D. entrou em uma oficina situada na Avenida Rio Negro, onde trabalha e tentou esconder o veículo.

Alegando que não parava para “polícia nenhuma” e que “ ninguém tocaria em sua motocicleta”, D. Partiu para cima dos policiais desferindo socos e chutes, tendo um deles atingido dois dos militares na face.

Um dos policiais sofre um corte no lábio e outro teve seu óculos e relógio quebrados durante a imobilização do suspeito, que afirmou ter feito ingestão de álcool e uso de maconha.

Colocado na viatura, D. ainda insistia na resistência desferindo chutes contra a porta do veículo na tentativa de fugir.

Em consulta ao sistema policial, foi comprovado que o mecânico já possui passagem por envolvimento com drogas.

Diante dos fatos o suspeito foi apresentado na delegacia, onde foi imputado a ele os crimes de direção perigosa, embriaguez na direção, desacato, desobediência, e resistência à prisão e lesão corporal, mas foi liberado mediante Termo Circunstânciado de Ocorrência (TCO).

 

 

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO