Foto: ilustrativa

No final da tarde de domingo, 25, dois policiais penais identificados como J. C. A. e A. V. foram parar na delegacia após sacarem suas armas de fogo para os proprietários de uma pesque e pague, localizado na zona rural de Vilhena.

De acordo com o registro do caso, uma guarnição da Polícia Militar foi até o local após receber informações de que uma pessoa havia sacado uma arma de fogo para alguns clientes do local e que tal pessoa teria se identificado como policial.

Já no pesque e pague, os militares constataram que o agente se tratava do policial penal J. e este relatou, que apenas puxou sua arma para se defender de um cliente que teria lhe feito ameaças após ele fotografar a mesa onde ele estava e que o suspeito já cumpriu pena no Centro onde Ressocialização Cone Sul.

Ainda segundo J., após ele bater a referida foto, saiu da mesa para ir ao banheiro e foi cercado pelo ex-detento, momento em que sacou arma juntamente com A., que também trabalha na mesma área.

Porém, os denunciantes, para quem o policial penal sacou a arma, se identificaram como sendo proprietários do estabelecimento e afirmaram A. agiu de forma pacifica, conversando e ouvindo o que eles tinham a dizer sobre o comportamento do colega. Já J. chegou a manusear a arma na intenção de intimidar os presentes.

Diante dos fatos, os envolvidos foram conduzidos para Delegacia da Polícia Civil para o registro do caso. J. não esclareceu o motivo de ter fotografado a mesa de outros clientes e o tal apenado a quem ele se referiu como o autor das ameaças, não foi localizado.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO