Material apreendido em posse do casal/ Fotos: Extra de Rondônia

Na noite de segunda-feira, 26, uma guarnição da Força Tática da Policia Militar realizou a prisão de um casal e a apreensão de mais de 200 gramas de maconha, no Setor 19, em Vilhena.

De acordo com o apurado pela reportagem do Extra de Rondônia, enquanto realizava patrulhamento de rotina pela Avenida Rondônia, a guarnição avistou um motociclista que conduzia o veículo olhando para os lados como se estivesse procurando alguém e que parou na praça do referido setor, conhecida pelo fluxo de usuários de drogas e de traficantes.

Em abordagem e revista pessoal ao suspeito, os militar encontraram  duas porções de maconha em um de seus bolsos, tendo ele alegado que havia vendido a droga através do aplicativo de mensagens Whatsapp e que estava ali para realizar a entrega.

Como não portava documentos pessoais e nem do veículo, o agente conduziu a guarnição até a casa dele, situada na rua Sergipe, onde foram recebidos por sua esposa, que afirmou saber da conduta criminosa do marido, inclusive confessou que o ajuda nas vendas para complementar a renda, uma vez que se encontra desempregada.

Em revista no imóvel, os policiais localizaram mais porções de maconha na geladeira, que junto com a encontrada em posse do agente pesaram o total de 232 gramas.

Já sobre o guarda-roupas foram localizados dois maços de dinheiro que somaram ao todo R$ 2.227,00, que o morador afirmou ser proveniente do tráfico e estaria guardando para alguma emergência.

Além da droga e do referido valor em dinheiro, os militares encontram duas balanças de precisão e material usado no embalo da droga, assim como dois aparelhos celulares de procedência duvidosa, que o agente afirmou ter achado na rua

Diante dos fatos, o casal recebeu voz de prisão e foi apresentado na Delegacia da Polícia Civil para o registro do caso.

 

 

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO