Foto: Extra de Rondônia

Na tarde deste domingo, 01, um grupo de mães, que recebeu alta da maternidade do Hospital Regional de Vilhena entrou em contato com a reportagem do Extra de Rondônia para denunciar que estão impossibilitadas de irem para suas casas por falta de enfermeiras que façam um exame cardíaco em seus bebês.

Segundo as mulheres, desde o início da manhã, o grupo de 10 pacientes que tiveram cesárias e partos normais, recebeu alta hospitalar, mas continuam aglomeradas em uma sala sem ar-condicionado e água refrigerada por horas, devido duas enfermeiras que estão de plantão na maternidade se negarem a realizar um exame cardíaco em seus bebês, que é exigido antes que estes possam ser liberados.

Sem local para dar banho nos filhos, as mães e acompanhantes procuraram a direção da unidade, mas foram informadas que o diretor não se encontrava e que elas teriam que aguardar outra profissional para realizar o referido exame, mas sem previsão.

Temendo terem que ficar por mais um dia na unidade e em condições precárias, as mães procuraram o site para cobrarem seus direitos publicamente.

Em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal, a reportagem foi informada de que a situação já foi repassada para a diretoria da unidade e aguarda resposta.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO