Rede elétrica da UTI Neonatal/ Foto: assessoria

Através da Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, o diretor do Hospital Regional de Vilhena Clair Cunha se pronunciou sobre a denúncia de aproximadamente 10 mães, que mesmo recebendo alta hospitalar, não podiam ir para casa devido à falta de servidores que realizassem um exame cardiológico em seus bebês e eram mantidas aglomeradas em um quarto sem energia elétrica. (Relembre AQUI)

A denúncia das puérperas e acompanhantes foi realizada no início da tarde de domingo, 01, quando elas entraram em contato com a reportagem do Extra de Rondônia e relataram a situação.

Cerca de uma hora depois da reportagem ir ao ar, uma das duas enfermeiras que estavam de plantão na ala da maternidade foi destinada pela diretoria para realizar os exames cardiológicos nos bebês e liberar as mães.

Já no final da tarde do mesmo dia, a reportagem foi informada pela assessoria, de que não há problemas com o bebedouro e o ar condicionado do quarto onde estavam as pacientes, pois estão em perfeitas condições, o que de fato ocorreu foi um curto circuito na fiação do prédio construído recentemente pela Justiça do Trabalho e desde a sexta-feira, 30, uma equipe está trabalhando na manutenção.

No entanto, ainda segundo a assessoria, a solução é a troca de toda a fiação, pois começou a apresentar sérios problemas e a a rede teve que ser desligada por medidas de segurança.

Já com relação à falta de profissionais que realizassem o exame cardiológico obrigatório antes da alta dos bebês, a assessoria informou que de fato tinham duas enfermeiras no plantão, mas devido ao movimento atípico do dia, acabaram não sendo suficientes para a demanda e houve o referido atraso na liberação das puérperas, porém, novos profissionais já foram convocados e devem assumir os cargos ainda nesta semana, assim como haverá o retorno de outras servidores que foram afastados devido a pandemia por se enquadrarem no grupo de risco, mas que já receberam a segunda dose do imunizante.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO