Prefeito Adailton Fúria / Foto: Divulgação

O prefeito Adailton Fúria (PSD) falou com exclusividade ao Extra de Rondônia a respeito da operação da Polícia Civil (PC) desencadeada nas primeiras horas desta sexta-feira, 6, no município de Cacoal.

A operação, chamada de “Penanuqet”, teve por objetivo arrecadar documentos probatórios da prática de crimes de corrupção, tráfico de influência e sonegação fiscal envolvendo servidores públicos na prefeitura.

Conforme o delegado de Polícia, Alexandre Baccarini, que conduz os trabalhos, “as investigações tiveram início em fevereiro de 2021, quando o prefeito Adailton Fúria, recém empossado ao cargo, denunciou suspeitas de crimes praticados por servidores públicos” (leia mais AQUI).

Ao site, o prefeito informou que a prática acontece há muito tempo e revelou que o crime consistia na avaliação de imóveis abaixo do valor de mercado para fins de pagamento de Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), que é cobrado pela prefeitura da pessoa que adquire um imóvel. “Se a avaliação era, por exemplo, de R$ 200 mil, quando chegava na prefeitura, o valor se transformava em R$ 20 mil ou R$ 15 mil. Nesse caso, o servidor recebia uma comissão”, comenta.

Para ele, além de servidores públicos, também estariam envolvidos nos crimes outros profissionais, como engenheiros e arquitetos.

Apreensão de documentos na secretaria municipal de Planejamento de Cacoal / Foto: Divulgação

Fúria explicou que recebeu o delegado e os policiais, oferecendo todo o suporte necessário para cumprir os mandados de busca e apreensões na Secretaria Municipal de Planejamento, alvo da operação.  “Essa operação precisa continuar porque entendemos que o negócio é muito maior do que isso, é a ponta é apenas a ponta do iceberg”, disse ao Extra de Rondônia.

O mandatário municipal reafirmou seu compromisso no combate à corrupção. “Quero dizer à população que é um novo momento e, como prefeito, tomaremos todas as medidas para combater esses tipos de atos. Faremos o possível e impossível para manter a ordem e combater os crimes na administração pública”, encerrou.

Operação policial aconteceu na secretaria municipal de planejamento / Foto: Divulgação

 

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO