Caio Raphael Ramalho Veche e Silva / Foto: Divulgação

Na segunda-feira, 09, o advogado Caio Raphael Ramalho Veche e Silva informou sua pré-candidatura para presidente da Subseção da OAB Cacoal. A votação acontece na quinzena de novembro deste ano e vai escolher a nova diretoria para o triênio 2022 a 2024.

Entre os candidatos à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o advogado aposta na alternância de poder e faz compromisso de não reeleição caso venha a ser eleito. Veche acredita que a reeleição dificulta a participação de novos advogados nos processos da OAB e impede a oxigenação da instituição.

“Cada um deve dar sua contribuição e passar para o outro. Se eu vier a me candidatar, e ganhar, não vou me candidatar à reeleição. Na OAB, o ideal é que não haja reeleição. Reeleição é projeto pessoal, de poder, e não institucional”, afirma o pré-candidato, ao lembrar que a atual gestão da ordem terá seis anos ao fim do segundo mandato.

Caio também criticou as últimas administrações da OAB. “Só se preocuparam em ostentações e festas, mas esqueceram de cuidar dos profissionais da advocacia, respeitando os seus direitos e os tratando com dignidade. Esqueceram a defesa de temas importantes para a sociedade. Infelizmente, nos últimos, só tem acesso à ordem um pequeno grupo de advogados”.

Graduado pela Unesc em 2010, Caio Veche tem a sua história de vida marcada pelo direito. Já são quase 20 anos neste meio. Filho de uma escrivã do Tribunal de Justiça, assim que ingressou na faculdade, aos 18 anos, foi ser estagiário do Ministério Público do Estado de Rondônia (MP/RO). Cumprido seu período no MP, após aprovado em nova seleção, foi ser estagiário da Polícia Federal e posteriormente atuou na Defensoria Pública por três anos na função de Chefe de Núcleo no município de Pimenta Bueno.

Logo após concluir a graduação, Caio Veche foi trabalhar no Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, onde assessorou o juízo da 1º Vara de Família durante dois anos. Após, foi Assistente do Núcleo de Ações Extrajudicial do Ministério Público do Estado de Rondônia pelo período de um ano, saindo para tomar posse no cargo público do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, oportunidade em que foi secretário do gabinete da 1ª Vara Cível em Pimenta Bueno.

Após um ano de exercício, saiu do Tribunal de Justiça para tomar posse no cargo público de procurador do município de Cacoal, onde atua até os dias de hoje. Foi investido na Coordenação do Contencioso da Saúde. Também foi professor universitário na Unesc.

Atuando pelo município de Cacoal, Caio Veche exerceu o cargo de Procurador Geral do Município no biênio 2019/2020 e pretende se candidatar a presidente da Subseção da OAB para defender as prerrogativas dos advogados e advogadas, atuando em parceria com os colegas para promover inovações em vários setores da subseção da OAB.

O pré-candidato também se compromete a trazer juristas e especialistas de renome para palestras com os profissionais e, no âmbito da defesa das prerrogativas dos advogados, manter-se vigilante para que os profissionais tenham os seus direitos respeitado em todos os âmbitos do sistema de justiça e nas repartições públicas e privadas. “Precisamos trazer a força institucional da ordem de volta. Precisamos defender os advogados e as prerrogativas que significam os direitos constitucionais”, defendeu ele.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO