Confúcio Moura (MDB-RO) / Foto: Divulgação

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal aprovou na terça-feira 10, aprovou em caráter terminativo, o Projeto de Lei nº 1.550 de 2019, de autoria do senador Confúcio Moura (MDB-RO), que altera a Lei do Estatuto da Pessoa com Deficiência, para estabelecer a obrigatoriedade da disponibilização de cardápio em Braille por bares, lanchonetes e restaurantes.

A proposição aprovada pelos parlamentares e relatada pelo senador Lasier Martins (Podemos-RS) recebeu uma emenda que também determina a inclusão de códigos de barra ou QR code para permitir a conversão do menu em áudio via celular.

De acordo com o relator, a emenda é meritória porque aparelhos celulares com leitura de códigos são hoje bastante difundidos, a tecnologia de códigos QR também é amplamente utilizada. “Em assim sendo, pessoas com deficiência visual terão uma forma adicional para acessar o cardápio, possibilitando mais uma ferramenta para inclusão social”, explicou.

O projeto obriga que bares, lanchonetes e restaurantes devem oferecer pelo menos um exemplar do cardápio em braile, no entanto, a lei só será aplicada apenas a estabelecimentos que ofereçam, no mínimo, noventa lugares. Os restaurantes self-service estão excluídos dessa obrigatoriedade. Caso não haja recurso para votação em plenário, o texto segue para a Câmara dos Deputados.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO