Vereador Dhonatan Pagani (PSDB) / Foto: Extra de Rondônia

Além de outros vereadores, Dhonatan Pagani (PSDB) também cobrou, de forma enérgica, na sessão ordinária desta terça-feira, 17, uma postura diferente da prefeitura de Vilhena.

Ele pediu que o Executivo pare de enviar à Câmara projetos com justificativas mentirosas. O parlamentar afirmou que os projetos de lei são protocolados na Câmara, mas depois retirados porque perceberam que há alguma coisa errada.

Pagani também questionou a falta de diálogo do prefeito Eduardo Japonês (PV) com os parlamentares. Garante que soube que haverá sessão extraordinária nos próximos dias por publicação de matéria na imprensa local.

“O prefeito precisa sentar com os vereadores para discutirmos, juntos, os projetos e problemas de Vilhena. Falta esse diálogo. Então, Eduardo, o senhor entenda que não administra sozinho esta cidade. Precisa ouvir os vereadores. E precisa parar com essa mentiraiada, de que se não aprovar projetos vai perder recursos. Tem que parar com essa pressão de ficar colocando faca no pescoço, ficar só se comunicando através da imprensa. Que coisa feia. Parece que tem medo dessa Câmara. A imprensa sabe das coisas antes que a Câmara. Ele tem que vir conversar com essa Câmara. Só fica passando recadinho. Isso é coisa de moleque. Tem que olhar na cara e vamos resolver o problema olho no olho”, desabafou.

O parlamentar também complementou o discurso da vereadora Clérida Alves (leia AQUI), e disse que a secretária municipal de saúde, Siclinda Rassch, também poderia publicar, em sua página pessoal no Facebook, as atas da Covid-19 solicitadas por ele há mais de 100 dias. “Ela tem essas informações em mãos e poderia fornecer, por ser a administradora da pasta. O caso teve que ser judicializado, um absurdo, e mostra o enfraquecimento do Legislativo enquanto unidade”, observou.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO