Adnilson Silva Moraes / Foto: Extra de Rondônia

O pastor da igreja Assembleia dos Santos de Deus Adnilson Silva Moraes está construindo no Bairro Barão do Melgaço III uma casa de acolhimento para moradores de rua, dependentes químicos e ex-presidiários que não possuem familiares em Vilhena.

O projeto buscar dar uma segunda chance e possibilitar a ressocialização dessas pessoas que hoje encontram-se deslocadas. Para a obra, o pastor adquiriu quatros terrenos que comportará a igreja, sua casa e aos fundos o espaço de acolhimento. Segundo Adnilson o seu sonho é expandir a ação para outras cidades e até mesmo países.

“O que me motivou a dar início neste projeto, foi que no passado eu também já estive no lugar dessas pessoas, sofri e fui escravo de vícios, mas fui libertado por Jesus. Tive uma oportunidade, e agora quero dar aos acolhidos este mesmo apoio”, declarou ele.

Segundo o pastor o espaço será rotativo com permanência de até seis meses e abrigará aproximadamente 40 pessoas. “O período é para dar condições de um novo começo a todos que precisarem. Eles estarão submetidos a um estatuto que deve ser seguido para uma boa convivência com a população”.

“Eu estarei morando ao lado junto com minha família para cuidar dessas pessoas, eles não são bichos, são seres humanos que estão jogados e escravizados”, lembrou ele.

Como referência, Adenilson narrou que no centro da cidade a Igreja Batista Resgatando Vidas tem um projeto de acolhimento para ex-presidiários comandado pelos pastores Paulo e Lucilene. “Lá não há ocorrências com o pessoal acolhido, o índice de criminalidade no local é zero. Assim como aqui lá oferece o espaço de morar, comer e congregar. O objetivo é salvar vidas”.

“Aos populares que temem o convívio com os ressocializados e tem dúvidas, a obra é social, não é uma formação de quadrilha, não haverá circulação no bairro, todos que forem recebidos seguirão regras”, enfatizou ele.

Para quem quiser contribuir com o projeto basta entrar em contato através do telefone 9 9924-1894 ou deixar a doação de qualquer quantia nas contas: agência 1825 operação 013 conta poupança 00049613-8 Caixa econômica Federal ou agência 3325 conta corrente 118.031-2 Sicoob.

Hoje a ação já conta com professores, assistente social, enfermeiros, médicos e psicólogos que atenderão no espaço. O pastor ainda deixa aberto o convite as pessoas que quiserem trabalhar como voluntários.

Local da igreja / Foto: Extra de Rondônia
Espaço ao lado da igreja que será a residência do pastor / Foto: Extra de Rondônia
Espaço do centro de ressocialização / Foto: Extra de Rondônia
Espaço do centro de ressocialização / Foto: Extra de Rondônia

REPERCUSSÃO

O protejo de trabalho do pastor divulgada através de um vídeo nas redes sociais gerou revolta em alguns moradores do Barão III, que através do grupo de WhatsApp convocaram os participantes para realização de um abaixo-assinado com objetivo de impedir a construção e execução do espaço de ressocialização.

Nos muitos áudios gravados pelos moradores fica visível o preconceito com essas pessoas sob a justificativa que suas famílias estarão em risco e que o bairro é distante e não tem policiamento necessário. Para burocratizar ainda mais o projeto, alguns populares afirmam ser necessário uma autorização da prefeitura e alegam que irão procurar “meios para frear” o pastor.

>>>>>>>>>>> Clique na imagem para ampliar >>>>>>>>>>>

 

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO