Foto: ilustrativa

Com a pandemia, aumentou o número de pessoas que dependem da boa ação de outras para sustentar a família e que usam as redes sociais e sites para pedir ajuda, porém, aumentou também o número de golpes cometidos por estelionatários que usam grupos de mensagens e páginas do Facebook para se aproveitarem da solidariedade do próximo com postagens implorando por ajuda financeira, quando na verdade toda a história contata é uma farsa.

A reportagem do Extra de Rondônia teve acesso há algumas postagens divulgadas em páginas do Facebook, onde pessoas fazem uso de praticamente o mesmo texto, para comover pessoas a realizarem transferências bancárias, porém, se negam a fornecer endereços de suas residências e quando o fazem, são falsos.

Para a reportagem, um morador de Vilhena relatou ter entrado em contato com a mulher responsáveis por uma das postagens e solicitou o endereço para realizar a entrega de latas de leite NAN, pois no anúncio ela pedia ajuda para realizar a compra do produto e sustentar os filhos. No entanto, como a vítima preferiu comprar o leite e entregar pessoalmente, acabou dando com a “cara na porta” ao descobrir que o endereço fornecido pela anunciante era falso.

“Paguei caro nas quatro latas de leite e quando fui entregar, a moradora relatou que não tinha conhecimento de anúncio nenhum com seu endereço e ninguém com o nome informado por mim residia no local”, afirmou a vítima.

Diante da situação, fica ao alerta para quem tem interesse em praticar boas ações e ajudar pessoas necessitadas, para que antes de realizar transferências bancárias solicite o endereço e faça uma visita, para comprovar se de fato o responsável pelo anúncio se trata de uma pessoa necessitada, ou se não passa de estelionatários.

Todos os pedidos de ajuda divulgados pelo Extra de Rondônia são checados in loco, com visita às famílias ou aos pacientes, realizadas pela própria reportagem do site antes da divulgação de contas ou Pix para recebimento de ajuda financeira.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO