Kharlos Eduardo França Ozório/ Foto: Arquivo da família

A dona de casa Jaine Silva de Paula Dias, que há 9 meses se mudou com o marido e os três filhos para Curitiba/PR, devido a capital ser referência no tratamento de Paralisia Cerebral, doença da qual sofre o caçula Kharlos Eduardo França Ozório, de 6 anos, está precisando muito de ajuda financeira para custear os aparelhos necessários para a realização das fisioterapias.

O pequeno Kharlos Eduardo ou “Kadú”, como é chamado carinhosamente pela família, está sofrendo agravantes por causada doença, tendo que realizar tratamento fisioterápico devido seus tendões estarem encolhendo.

Diante da gravidade da situação do filho, Jaine e marido, que já levavam uma vida simples em Vilhena, venderam tudo o que tinham dentro de casa e se mudaram juntamente com os outros dois filhos para a capital paranaense, onde vivem de “bicos” e doações, simplesmente para realizar os tratamentos dos quais “Kadú” precisa.

“Tem vezes que não temos condições de levar ele nas consultas por ser muito longe e não termos dinheiro para a condução. Em outros dias, deixamos de comprar alimentos para não perder a vaga que sempre conseguimos por encaixe, devido à demanda ser muito grande”, afirmou Jaine.

O Tratamento que “Kadú” realiza exige sessões de fisioterapia e a compra de alguns aparelhos específicos, que os pais não possuem condições de pagar.

Sem mobilha, vivendo somente com o básico, Jaine apela para a solidariedade dos rondonienses para que lhe ajudem a passar por este momento de grande dificuldade, pois sua maior dor e não conseguir realizar o sonho do filho que é caminhar, devido à falta de condições de custear o tratamento específico.

“Ele é um menino muito alegre e nos corta o coração ver ele querendo andar e não poder, mas infelizmente não temos condições e uma vaquinha virtual que fizemos só conseguimos arrecada o valor de R$ 20,00”, afirmou a mãe.

Quem puder e tiver interesse em ajudar “Kadú” com o tratamento, pode realizar a transferência de qualquer valor nas chaves Pix, 69993839225 (celular) ou 000.998.832-79 (CPF). Toda ajuda será muito bem-vinda.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO