Material usado pelo suspeito para testar as notas/Fotos: assessoria

Na quarta-feira, 25, a Polícia Federal prendeu um homem de 21 anos, em flagrante, em razão de ter encomendado e recebido, via Correios, cédulas falsas em sua residência, no bairro Tancredo Neves, na capital.

A ação contou com o apoio da Coordenação de Segurança dos Correios, que alertou a Polícia Federal de que havia uma encomenda suspeita. Dentro do envelope recebido havia cerca de R$ 1.000,00 em células falsas.

Em cumprimento de buscas na casa do suspeito, os federais encontraram mais dois envelopes com mais R$ 1.000,00 em cada, totalizando R$ 3.000,00 em cédulas falsas apreendidas.

Apurou-se que o homem realizava técnicas de envelhecimento das cédulas e valia-se de outros métodos para dificultar a identificação da fraude. Antes de introduzir as cédulas em circulação, as submetia a testes de eficácia dos procedimentos.

Na casa do preso também foram encontrados diversos itens usados para a avaliação da eficiência desses procedimentos, tais como canetas testes, lanterna de luz ultravioleta e máquina detectora de cédula falsa.

Após a formalização dos procedimentos de Polícia Judiciária, o homem foi encaminhado ao presídio local.

O agente responderá pelo crime do artigo 289, §1º, do Código Penal, cuja pena máxima é doze anos de reclusão.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO