@@@ CÂMARA X PREFEITURA

Movimentação de vereadores de Vilhena nesta sexta-feira indica que o clima entre Legislativo e Executivo realmente azedou nos últimos dias. Na sexta-feira uma comitiva composta por sete vereadores esteve na Saúde requerendo documentação a fim de apurar supostas irregularidades. Faz parte do grupo os seguintes parlamentares: Ronildo Macedo (presidente e líder da iniciativa), além de Zeca, Ademir Alves, Clérida, Vivian, Zezinho e Dhonatan Pagani. Na mira dos vereadores os contratos de licitação das obras do Hospital Regional e pagamento de alugueis, com valores sob suspeita.

@@@ SENSAÇÃO DE DEMAGOGIA

Há, porém, um ingrediente, uma sensação de demagogia na questão, ou talvez até mesmo interesses escusos. Afinal, o grupo (com exceção de Clerida e Pagani), a começar por Macedo, dois meses atrás, foi contra a aprovação da “CPI da Covid” local, que poderia cavar fundo nas informações do setor da saúde, mas naquele momento parecia ser politicamente inconveniente. A pergunta que fica é a seguinte: o que mudou de lá para cá? (leia mais AQUI).

@@@ DIREITO NA UNIR

De passagem por Vilhena, a deputada federal Jaqueline Cassol deu várias notícias, em primeira-mão ao Extra de Rondônia. A primeira delas é a confirmação da implantação de curso de Direito no campus da UNIR da cidade (leia mais AQUI).

@@@ FAMÍLIA CASSOL NAS ELEIÇÕES

Falando de política, ela confirmou que a Família Cassol deve disputar as eleições do próximo ano em bloco: Ivo deve concorrer ao Governo, ela (Jaqueline) vai à disputa pela vaga no Senado e o maridão Luís Paulo, que é advogado, pode sair a deputado estadual. Segundo ela, tá tudo apaziguado dentro do PP rondoniense.

@@@ PRESSÃO POPULAR EM COLORADO

O assunto rende no pacato município de Colorado do Oeste. Moradores pressionam vereadores e exigem a votação do relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que reprovou as contas do prefeito-professor Ribamar (PSB). Mesmo com as reclamações dos moradores, parece que os parlamentares não estão nem aí com a questão. Ficaram uma semana em Brasília e nem sinal do desfecho do caso.

@@@ MARCOS ROCHA NO PP

E o PP pode mesmo acabar sendo o destino do presidente Jair Bolsonaro para concorrer à reeleição. E isso vai dar um nó na política local, pois apoiadores tradicionais do presidente, como o governador Marcos Rocha e o deputado federal Coronel Chrisóstomo estarão numa saia justa. Isso porque, caso essa situação se consolide, Rocha e Chrisóstomo não teriam as vagas garantidas à reeleição no “ninho” dos Cassol.

@@@ ROGÉRIO E EXPEDITO JUNTOS

Falando em eleições do ano que vêm, o PSDB e DEM de Rondônia devem mesmo estar juntos no palanque nas eleições do ano que vêm, tendo Marcos Rogério disputando o governo e Expedito Junior concorrendo ao Senado. Os dois partidos estarão promovendo pesquisas entre os filiados nos 52 municípios de Rondônia nos próximos dias para consolidar os nomes destes pré-candidatos.

@@@ FÚRIA NA DISPUTA A FEDERAL

De Cacoal deve sair uma penca de concorrentes às eleições do próximo ano, começando pelo prefeito Adailton Fúria, que não esconde a vontade de tentar ser deputado federal.

@@@ SURPRESAS E BONS DE VOTOS

Na Câmara de Cacoal, os nomes a serem lançados na disputa eleitoral devem ser o do presidente João Pichek e a surpresa política Lauro Garçom concorrendo à estadual, enquanto Paulo Henrique pode sair a federal, representando o grupo do ex-deputado Nilton Capixaba.

@@@ DOBRADINHA NA CAPITAL

O presidente estadual do Patriotas, deputado estadual Marcelo Cruz pensa em concorrer a federal, fazendo dobradinha com o vereador da capital Isac Machado, que tentaria ficar com a vaga dele na ALE.

@@@ PROTESTOS CONTRA STF

Caravanas de Rondônia, e até mesmo de Vilhena, estão se preparando para participar dos atos de protesto contra o STF e a favor do voto impresso em Brasília. Muita gente de Rondônia pretende participar da ação.

@@@ RETORNO À POLÍTICA

O presidente da OCB em Rondônia, Salatiel Rodrigues, está sendo estimulado pelo grupo que lidera a concorrer a deputado federal e deve embarcar no projeto. Ele, que já foi vereador em Vilhena, ainda não definiu a legenda em que deve se filiar para concretizar o propósito.

sicoob credisul