Wiliton Vitor de Oliveira, de 26 anos/Foto: Extra de Rondônia

Foi julgado ontem e sentenciado a 21 anos de prisão em regime fechado, o réu Wiliton Vitor de Oliveira, de 26 anos, acusado de matar a golpes de faca, uma mulher no dia 24 de julho de 2018, a Rua 911, no bairro Nova Esperança, em Vilhena e ainda atear fogo na casa dela.(Relembre AQUI)

Wiliton que já possui uma extensa ficha criminal pela prática de furtos e tráfico de drogas, (veja AQUI, e AQUI) foi preso minutos após o crime, ao tentar se esconder com João Batista Neris da Silva, de 40 anos, seu comparsa, na casa de um apenado localizada no mesmo bairro onde ocorreu o assassinato.

Não satisfeito com o crime bárbaro que havia acabado de cometer por causa de drogas, Wiliton ainda o ameaçou com uma faca, o morador do imóvel onde buscou abrigo, com medo de que ele tivesse ouvido a conversa que teve com o comparsa enquanto trocavam de roupas em um dos cômodos do imóvel.

Um mês antes de cometer o referido crime pelo qual foi julgado e condenado a 21 anos de prisão, Wiliton havia sido preso pela Polícia Militar no mesmo bairro, por haver um mandado de prisão em seu desfavor pelo crime de furto.(Relembre AQUI)

 

 

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO