Mourão afirma que não há clima para o impeachment do presidente Bolsonaro ADRIANO MACHADO/REUTERS

Antes de embarcar para a Amazônia Oriental, na manhã desta quarta-feira (8), o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) fez uma rápida avaliação sobre as manifestações do 7 de Setembro e as discussões sobre impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Mourão avalia que não há clima para o processo, nem entre a população, nem dentro Congresso. “Hoje, nosso governo conta com uma maioria confortável no Congresso, de mais de 200 deputados, suficiente para impedir que esse processo de impeachment prospere”.

Sobre as manifestações de 7 de Setembro, Mourão disse que não comentaria discursos por questões éticas pessoais, mas deixou claro que existe um tensionamento, principalmente, entre o Judiciário e o Executivo. “Tenho uma ideia muito clara de que o inquérito conduzido pelo ministro Alexandre de Moraes não está correto. Juiz não pode conduzir inquérito. Não é correto. Tudo se resolveria se o inquérito passasse para a mão da PGR (Procuradoria-Geral da República) e acabou”, defendeu.

No geral, o vice-presidente avaliou como positivas as manifestações ocorridas a favor do governo. “Estive na manifestação de Brasília, que contou com 150 mil pessoas reunidas. Acredito que Rio e São Paulo chegaram também ao redor desse número. Foi uma manifestação expressiva.”

Amazônia
O vice-presidente Hamilton Mourão viaja para o Pará, nesta quarta-feira, acompanhado de 11 embaixadores, dois senadores e representantes de pelo menos cinco ministérios. Mourão pretende mostrar os problemas ambientais da região.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO