Vítima baleada/ Foto: internauta

Foi condenada no início da tarde desta quarta-feira, 08, a 17 nos de prisão, a ré Stefhani de Mello Neves, de 29 anos, acusada de ser a mandante da morte de Rogério da Silva, executado a tiros na tarde do dia 26 de maio, de 2019, na Rua 1510, no bairro Cristo Rei, em Vilhena. (Reveja AQUI)

Segundo informações levantadas pelo setor de investigação da Delegacia de Homicídios, no dia do crime a vítima foi até a casa de Stefhani após sua bicicleta ter sido furtada e a acusou de ser a responsável pelo crime.

Após deixar a casa da mulher, Rogério foi seguido por dois homens em uma motocicleta, que o alcançaram e o balearam com três tiros a queima roupas no meio da rua.

Rogério chegou a ser socorrido com vida ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. (Relembre AQUI)

Após o crime, os investigadores levantaram informações de que Stefhani faz parte de um facção criminosa, sendo conhecida no mundo do crime por “ Neurótica do 15” e que teria realizado um ligação assim que Rogério saiu de sua casa.

Ainda segundo as investigações, a ligação realizada pela mulher foi exatamente encomendado a morte de Rogerio, que trabalhava como peão de fazenda e estava em Vilhena para passar o final de semana com a família. (Reveja AQUI)

Os executores do crime chegaram a ser identificados, mas não há informações de que tenham sido presos. Já Stefhani foi presa cerca de 03 meses após o crime e hoje, quando foi a júri popular, recebeu a referida sentença, que cabe recurso.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO