Prédio da Câmara de Vilhena / Foto: Extra de Rondônia

A Câmara de Vilhena realizará, manhã desta terça-feira, 21, a 23ª sessão ordinária do ano.

Entre os projetos de leis apresentados um chama a atenção. De autoria da vereadora Clérida Alves (Avante), o projeto de lei nº 6.212/2021 pretende instituir o programa municipal de distribuição de absorventes higiênicos nas escolas públicas da rede municipal de ensino de Vilhena.

A vereadora justificou afirmando que o objetivo é instituir o fornecimento gratuito de absorventes para estudantes, em situação de hipossuficiência social e econômica, não tendo condições para a compra de itens de higiene pessoal.

“Em razão desse fato, as estudantes não estão comparecendo as aulas no período menstrual ou faltam ao menos 5 dias por mês em decorrência do ciclo. Essas faltas totais, ao final do ano, prejudicam o aprendizado e a socialização dessas jovens. A distribuição gratuita nas escolas da rede municipal, possibilita o acesso a todas as alunas que realmente precisam, sendo fundamental esta ação, pois os absorventes são de suma importância para a higiene pessoal e cuidados com a saúde, prevenindo as mais variadas doenças em decorrência da ausência das precauções necessárias, não podendo ser considerado um item supérfluo”, destacou.

Também há um requerimento que chama a atenção de autoria do vereador Dhonatan Pagani (PSDB). Ele solicita ao prefeito Eduardo Japonês (PV) informações a respeito do pagamento de rescisões de agentes públicos, tal como relatório de todas as rescisões pendentes de pagamento na data de 1º de janeiro de 2021, com indicação de número de processo administrativo, nome de servidor, data de vacância do cargo e valor devido.

>>> LEIA, ABAIXO, A PAUTA DA SESSÃO NA ÍNTEGRA:

PAUTA SESSAO VHA 21set2021

 

 

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO