Prédio da Câmara de Vilhena / Foto: Extra de Rondônia

A Câmara e prefeitura de Vilhena assinaram Termo de Cooperação técnica para a realização de perícia na obra de reforma e ampliação do prédio da Casa de Leis, que até agora é motivo de controvérsia no município.

Publicado no Diário Oficial do Município nesse semana, o Termo de Cooperação tem por objeto a realização de perícia técnica por servidores públicos titulares do cargo de engenheiro civil e/ou arquiteto, pertencentes aos quadros funcionais da Prefeitura de Vilhena, consistente na análise e revisão de processos administrativos para futura e eventual responsabilização civil das empresas responsáveis.

Conforme o Termo, a perícia técnica deverá ser concluída no prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado uma vez por igual período.

O CASO

Superando os R$ 3 milhões, a reforma e ampliação do prédio do Legislativo tem sido motivo de “dor de cabeça” dos parlamentares desde o começo.

Neste ano, a obra foi alvo de denúncia de um advogado da cidade, que solicitou a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra o atual presidente da Câmara, Ronildo Macedo (PV), por suspeita de ato de improbidade administrativa, danos ao erário, prevaricação, fraude em licitação e superfaturamento na obra. Em sessão, o pedido foi arquivado e Macedo chamou a denúncia de politiqueira (leia mais AQUI).

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO