No início da noite de terça-feira, 12, uma moradora do bairro Embratel, de Vilhena, foi presa após se revoltar com uma abordagem policial realizada em sua rua e ligar na Central de Atendimento do 3º BPM xingando o policial que a atendeu a chamada.

Segundo informações levantadas pela reportagem do Extra de Rondônia, uma guarnição da Força Tática realizava patrulhamento de rotina pela Rua Bocaiuva, quando avistou um ciclista, que ao perceber a aproximação da viatura, intensificou as pedaladas.

Após ser abordado, o jovem afirmou ser usuário de entorpecentes e conduziu os militares até a casa dele, localizada nas proximidades da abordagem, onde foi encontrada uma porção de crack, pesando aproximadamente 01 grama.

Enquanto a viatura seguia sentido à delegacia com o agente, a guarnição recebeu informações da central, afirmando que uma das vizinhas do suspeito teria se revoltado com a abordagem que realizaram e ligou xingando o policial “telefonista do plantão” de “policial filha da puta”.

Percebendo que a mulher estava fora de si, o militar ainda tentou dialogar com ela para esclarecer a importância das abordagens policiais para a segurança dos bairros, mas ela não retirou as ofensas.

Diante das informações, a guarnição retornou ao local da abordagem, identificou a casa da suspeita, que afirmou ter ingerido bebidas alcoólicas demais e por isso praticou o ato impensadamente, pedindo desculpa, alegando estar arrependida.

Porém, mesmo assim a mulher recebeu voz e prisão por desacato a servidor público no ato de sua função e foi apresentada juntamente com o vizinho na Delegacia da Polícia Civil para o registro do caso.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO