Prédio da Câmara de Cacoal / Foto: Extra de Rondônia

A Mesa Diretora da Câmara de Cacoal formalizou, na sede da prefeitura, a convocação do secretário municipal de planejamento, Thiago Albuquerque de Carvalho, para que compareça à tribuna do Legislativo a fim de prestar esclarecimentos sobre o andamento do polêmico sorteio das casas populares do Residencial “Cidade Verde”.

A situação se arrasta desde o começo do ano sem ainda nenhuma expectativa positiva quanto ao desenrolas das questões burocráticas.

O vereador Valdomiro Corá (MDB) é autor da solicitação, que foi acatada por seus pares no parlamento local.

Assinado pelo prefeito Adailton Fúria (PSD), a portaria nº 036/2021, que nomeia a comissão de visitas sociais do programa “Minha Casa, Minha Vida” em Cacoal, foi publicada na edição desta quinta-feira, 24, no Diário Oficial dos Municípios.

Em junho passado, o prefeito Adailton Fúria (PSD), assinou a portaria nº 036/2021, nomeando comissão de visitas sociais às famílias comtempladas. O caso gerou dor de cabeça para as autoridades municipais devido a supostas irregularidades no sorteio, o que provocou uma série de manifestações. Em abril passado, Fúria chegou a dizer que “o sorteio nunca existiu, cutucou a ex-prefeita e pediu investigação da Polícia Federal. O Extra de Rondônia acompanha o caso (leia mais AQUI).

No seu discurso na sessão ordinária desta segunda-feira, 25, Corá chamou a responsabilidade da população com relação aos candidatos que apoia nas eleições, já que nesse momento é necessário um senador, mas nenhum dos três eleitos aparecem em Cacoal. “Quem é o senador que vem e briga pelo povo de Cacoal?”, questionou.

Ainda, na oportunidade, Corá cobrou a contratação emergencial de ônibus para o transporte escolar, afirmando que as escolas rurais estão fechadas porque “não puxam” os alunos. “Eu vou continuar cobrando do Executivo e da secretaria de Educação melhorias rápidas na Educação”, encerrou.

Convocação do secretário municipal de planejamento de Cacoal / Foto: Divulgação
sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO