Simbolo Justiça/Foto: Reprodução

Foi marcada para o dia 20 de Julho, a audiência para decidir se vai a juri popular, o réu, José Paula. Ele está sendo acusado pelo Ministério Público de matar a ex-namorada, Rayane Ferreira de 30 anos e de mais duas tentativa de homicídio.

Rayane Ferreira Nascimento foi assassinada em uma festa na zona rural de Alta Floresta do Oeste (RO), ela já havia avisado à família que sofria ameaças do ex-companheiro.

No dia 24 de Abril de 2022, a Força Tática da Polícia Militar foi acionada para atender um chamado no Circuito de Cowboy que fica a 8 km de Alta Floresta D’Oeste. Ao chegar no local, a PM foi informada por testemunhas que um homem havia disparado com uma arma de fogo contra uma mulher, e fugido logo em seguida. Ele só foi detido quando chegou na cidade.

O suspeito apresentou o Certificado de Registro Federal de Arma de Fogo e disse que a arma usada estava no banco do passageiro do carro. A arma de fogo, uma Taurus, 9mm foi apreendida. No estojo, haviam 12 munições intactas e cinco deflagradas.

A defesa de José se pronunciou por meio de nota:

A advogada de defesa informa que apenas ao final da instrução (seção do júri popular) poderá ser feito juízo de valor quanto à autoria e à materialidade delitiva. Ressalta a criminalista, que por se tratar de uma ação com duas fases de instrução probatória, deve haver cautela para que se evite espetacularização dos fatos sub Júdice.


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO