Cássio Gois, vice-prefeito de Cacoal / Foto: Extra de Rondônia

O vice-prefeito de Cacoal, Cássio Gois (PSD), é um jovem muito bem articulado politicamente e, apesar da pouca idade, fala com propriedade quando discorre acerca de sua vida e de seus projetos políticos.

Aos trinta e três anos de idade, ele acumula experiências como funcionário em vários setores e decidiu não assumir, naquele momento, carreira no serviço público depois de ter sido aprovado em concursos diversos. E, quando resolveu dedicar-se ao comércio, em cinco anos tinha uma empresa que fazia frente a outros empreendimentos com décadas de existência na cidade.

Isso sem contar que, na vida pessoal, Gois também assumiu responsabilidades ainda muito jovem, casando-se aos 18 anos e sendo pai logo em seguida, o que considerou um ponto fundamental para forjar o seu caráter numa conversa franca que teve com a reportagem do Extra de Rondônia no final de semana.

Paralelo a tudo isso, filiou-se em partido político em 2.014, focado num projeto pessoal para as eleições que aconteceriam dois anos depois, começando a participar ativamente da vida pública de sua cidade. Na ocasião focava na disputa a uma cadeira na Câmara dos Vereadores, mas acabou se aliando ao então vereador Adailton Fúria num ousado projeto de tentar vencer a disputa pelo Executivo.

Os dois “garotos” não chegaram lá, ficando em segundo lugar numa disputa de “tubarões” da política local, onde despontaram como novas lideranças. A aliança com Fúria foi mantida e, em 2.018, eles conquistaram um mandato na Assembleia Legislativa, com Adailton se elegendo deputado e levando Cássio para ser seu chefe de gabinete.

A experiência foi muito importante para ambos, e a desenvoltura com que desempenharam suas funções acabou resultando em pressão popular para de novo tentarem conquistar a prefeitura de Cacoal, saindo de novo em dobradinha, nas eleições de 2.020. Dessa vez o projeto emplacou, e desde janeiro do ano passado eles comandam o Executivo cacoalense, fazendo uma gestão compartilhada, dividindo responsabilidades.

Ele garantiu ao Extra de Rondônia que, agora, estimulado pelo próprio parceiro de política, parte para um projeto individual, porém respaldado na solidez da dupla, sendo alçado à condição de pré-candidato a deputado estadual. A experiência exercendo o comando do gabinete do companheiro na ALE foi importante para ele compreender o funcionamento do Legislativo de forma prática, assim como as relações institucionais, e do trabalho desenvolvido naquela ocasião há frutos concretos como o apoio dos prefeitos de Ministro Andreazza e São Felipe, além de vários vereadores da Região do Café.

No entanto, Cássio garante que sendo eleito trabalhará pelo Estado todo, com foco nas áreas da saúde, educação, infraestrutura e setor produtivo, porém dará atenção a Cacoal, pois considera que o mandato de deputado o libera de certas amarras que o limitam a atuação apenas em seu Município, mas em toda a região.

“Vamos manter nossa conexão. Iremos buscar mais resultados para a cidade e região, além de trabalharmos pelo Estado de Rondônia como um todo na busca do atendimento das demandas que são pertinentes ao Poder Público estadual enfrentar”, finalizou.


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO