Estamos em guerra 728×90

 

DSC_0004Francisco Pereira Ramos, 42 anos, mais conhecido por “Chiquinho”, foi morto à facadas e pancadas na cabeça, na madrugada desta sexta-feira, 20, por volta das 00h30, no bairro Cristo Rei, em Vilhena.

O crime ocorreu na Avenida 1515, cruzamento com a Rua 1510, há cem metros da casa da vítima, e há uma quadra onde foi morto também a facadas Lídio Maria de Jesus, 45 anos, funcionário público.

Segundo informações obtidas pela reportagem do Extra de Rondônia no local do fato, testemunhas relataram que escutaram uma pessoa gritando “estão querendo me matar socorro me ajuda”.  Logo após, cachorros começaram a latir em frente de uma casa. Vizinhos saíram para ver o que tinha acontecido, e avistaram uma bicicleta na beira da rua e a frente próximo a uma lixeira um corpo caído.

A Polícia foi acionada, chegando rapidamente ao local, mas o homem já estava sem vida. Chiquinho foi golpeado por objeto pontiagudo no tórax e nas costas, além de pancadas na cabeça.

De acordo com informações, a vítima era músico e tocou por muito tempo na Lanchonete “Muralha” e na Chácara do “Oreste”. Mas depois que passou a ser dependente químico, parou de trabalhar no meio artístico.

A Polícia Técnica compareceu ao local, e depois dos trabalhos de praxe, liberou o corpo para funerária de plantão fazer a remoção. Este é o 12º homicídio neste primeiro semestre em Vilhena.

DSC_0006

DSC_0003

DSC_0015

DSC_0012

Fonte: Extra de Rondônia

Texto e Fotos: Carlos Franco

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO