CABIXI: vereador acusa presidente da Câmara de cometer mais ilegalidade; tirou o poder do plenário – áudio

Arquivado em: Conesul |

 

Na tarde desta terça-feira, 5, a redação do Extra de Rondônia recebeu informação que na 34ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores da cidade de Cabixi, foi tensa.

De acordo com o vereador Michel Assunpção Barroso (PSD), entrou com requerimento para ser lido em plenário, onde questiona sobre irregularidades cometidas na sessão ordinária do Parlamento realizada na semana passada, na Câmara. Michel acusa o presidente do legislativo Edgar Zolinger de ter cometido irregularidades, quanto ao projeto, de autoria do Poder Executivo, que promovia alterações no Código de Postura do Município, e não teve apreciação das comissões permanentes antes de ser encaminhado à votação.

Na sessão de hoje, em sua fala no plenário Michel afirma com veemência que a mesa diretora simplesmente rasgou o regimento interno, quando descumpriu três artigos, onde diz que compete ao presidente interpretar e fazer cumprir o regimento. Porém, Michel questiona porque o presidente arquivou seu requerimento sem passar pelo crivo do plenário.

Barroso afirma que não está perseguindo nenhum parlamentar, pelo contrário, está querendo que o regimento seja cumprido. Seu requerimento pede a destituição da mesa diretora, por não ter condições de conduzir os trabalhos e não por quebra de decoro, como interpretou Edgar o presidente da casa.

Michel ressalta que com a decisão do presidente, a Câmara não precisa de plenário, pode ficar apenas a mesa diretora, pois apenas eles decidem pelos restantes dos parlamentares.

O discurso do vereador Barroso foi contundente e longo. Ouça o áudio abaixo:

Fonte: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

 

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO