O caso foi registrado na noite de segunda-feira, 08, por uma Guarnição da Polícia Ambiental, na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Vilhena.

De acordo com o registro da ocorrência, uma guarnição foi solicitada a comparecer em uma residência localizada na Avenida Beira Rio, Centro, onde a denunciante relatou que sua vizinha se mudou a cerca de cinco dias deixando animais presos e passando fome.

Em averiguação, os militares constataram não somente o crime de maus tratos, como também, o de captura de animal silvestre, pois dentre os diversos gatos que estavam no imóvel, havia também, um tartaruga.

A guarnição conseguiu entrar em contato via telefone com a suposta infratora, que se identificou como uma professora chamada Ivanice, porém esta não compareceu ao local para recolher os animais.

Ainda segundo a denunciante, os pets ainda não morreram de fome devido a mesma jogar alimentos por cima do muro todos os dias.

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Ilustrativa

aftosa 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO