Foto: Ilustrativa

Mais de 99% dos pecuaristas, em todo o estado de Rondônia, aderiram à primeira fase da campanha de declaração obrigatória de rebanhos, realizada pelo Governo do Estado, por meio da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron).

A campanha, voltada aos criadores de bovinos, bubalinos, suínos, caprinos, ovinos (animais suscetíveis à Febre Aftosa), equídeos e aves, teve início dia 1º de maio e se estendeu até 18 de junho.

Para que o produtor rural não tenha qualquer dificuldade, desde o ano passado, a Idaron possibilitou que a declaração de rebanhos possa ser feita pela internet, no site da Idaron (www.idaron.ro.gov.br), por telefone e também por e-mail ou WhatsApp, com envio do formulário preenchido.

“O produtor rural entende que o controle do rebanho, pelo serviço veterinário oficial do Governo, é extremamente importante para a manutenção do status sanitário alcançado pela pecuária rondoniense a duras penas. Foram mais de 20 anos de luta para obtermos o tão sonhado reconhecimento mundial de área livre de febre aftosa sem vacinação. O pecuarista sabe que não podemos vacilar. A informação sobre nosso rebanho dá garantia sanitária aos países consumidores de nosso gado e permite ao estado disputar mercados comercialmente mais atraentes”, salienta o presidente da Idaron, Julio Cesar Rocha Peres.

INADIMPLENTES

Em respeito a grande maioria dos criadores de gado que aderiram à campanha e em cumprimento às normativas, tanto do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) quanto da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), a Idaron editou a portaria nº 409, de 18 de junho de 2021, regulamentando restrições às propriedades que não atualizaram cadastro de animais junto a Agência.

Dentre as medidas restritivas está o bloqueio da ficha de emissão de Guias de Trânsito Animal (GTA’s), para todas as finalidades, inclusive abate, e o produtor também não poderá receber animais novos em sua propriedade. “As restrições serão suspensas ao passo que o produtor cumpra sua obrigação, declarando todos os rebanhos susceptíveis à febre aftosa que há em sua propriedade”, destaca Julio Cesar.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO