Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

 

roubo-capaNa noite deste domingo, 16, a guarnição da Polícia Rodoviária Estadual, composta pelo Sargento Matos, SD PM Magela e SD PM Medrade, foram informados que num posto de combustível, as margens da BR-364, área urbana de Vilhena, havia uma carreta Iveco Stralis de cor branca e que já estava naquele local há quatro dias.

O frentista do posto relatou aos militares que na última quarta-feira, um homem estacionou a carreta no pátio da empresa e desceu do caminhão, mas deixou o motor ligado, em seguida desapareceu. Depois de algumas horas ele foi até a carreta desligou e tirou a chave da ignição, então acionou a Polícia Militar que foi até ao local, fez averiguações, mas nada constava no sistema.

Porém, na noite deste domingo, os PMs em minuciosa revista na cabine localizaram uma nota de ordem de serviço da cidade de Primavera do Leste-MT, no qual havia um numero de telefone, ao ligar para o numero os policiais falaram com o proprietário da carreta, que confirmou que a mesma havia sido tomada de roubo.

O Extra de Rondônia conversou via telefone com a vítima, no qual relatou que trafegava sentido o município de Primavera do Leste, onde iria carregar farelo, mas antes de chegar na cidade foi rendido por quatro elementos fortemente armados, um deles assumiu a direção do veículo, enquanto o outro fazia perguntas e o ameaçava de morte a todo instante, os outros bandidos davam cobertura num carro Ford Fiesta de cor preta.

“Andaram comigo cerca de 180 quilômetros depois me soltaram”, disse a vítima. O roubo foi comunicado no mesmo dia na delegacia, mas como os ladrões clonaram as placas da carreta, não constavam no sistema como veículo roubado. O proprietário já está a caminho de Vilhena, para que possa reaver seu bem.

roubo-1

roubo-2

Fonte: Extra de Rondônia

Texto e Fotos: Carlos Franco

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO