Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

SAM_0005Terminou por volta das 16h00, desta quarta-feira, 02, o julgamento da morte do corretor de imóveis Duílio Lourenço Duarte, 58 anos, assassinado por encomenda do agente funerário, Paulo Aparecido Dias, no dia 03 de Abril de 2013.

Na ocasião do crime, os acusados Vanildo de Souza Santos, popular “Neguinho”, e Dhanilo de Araújo Freitas, foram presos em flagrantes momentos após o crime em fuga alucinada com a moto e a arma. A versão das testemunhas foram contundentes para o desenrolar das investigações, que chegariam até o mandante, o “Paulinho da Funerária”.

Ainda segundo o inquérito policial, a dupla teria recebido de Paulinho a quantia de R$ 6 mil para executar Duílio; o motivo: uma dívida que a vítima tinha com o agiota.

Neguinho, o autor dos disparos, foi condenado há 16 anos; seu comparsa Dhanilo 15 anos e seis meses e Paulo há 17 anos de reclusão em regime fechado.

Aos acusados cabem o recurso de recorrer à decisão. Desde a data do crime os réus aguardavam o julgamento na cadeia pública.

Em uma ação rápida e eficaz da PM, os dois acusados foram capturados na Avenida Celso Mazzuti, próximo à rotatória que liga o bairro Cristo Rei à Avenida Major Amarantes, como mostra a foto que ilustra essa matéria. (Foto: Esteban Vera)
Em uma ação rápida e eficaz da PM, os dois acusados foram capturados na Avenida Celso Mazzuti, próximo à rotatória que liga o bairro Cristo Rei à Avenida Major Amarantes, como mostra a foto que ilustra essa matéria. (Foto: Esteban Vera)
duilio 1
Empresário Duílio Duarte foi assassinado por vingança.
duilio 2
A vítima foi executada com três tiros de pistola quando voltava do serviço, na Avenida Beira Rio, Centro de Vilhena.

 

paulinho
Segundo as investigações, “Paulinho da Funerária” teria encomendado a morte do empresário.

Fonte: Extra de Rondônia

Texto e Foto: Matias Siqueira/ Extra de Rondônia

 

 

 

 

 

 

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO