covid19 – 728×90-2
Bau foi prefeito de Cabixi
Bau, ex-prefeito de Cabixi

O Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia (TJ-RO) através da 1ª câmara especial manteve a decisão do órgão expedido pela comarca do município de Colorado do Oeste com relação à denúncia de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Cabixi, José Rosário Barroso, o Bau; a empresa Bueno Tur, e Érico Jorge Cunha Batista, que à época era chefe de gabinete da prefeitura de Cabixi. O MP os denunciou por suposta fraude em processo licitatório em locação de ônibus para transporte escolar.

Em primeira instância, a promotoria de justiça não conseguiu emplacar a condenação porque a justiça não conseguiu encontrar fatores suficientes que confirmassem a denúncias recebidas pelo MP. Os magistrados da 1ª Câmara Especial concordaram com a análise da representação do TJ em Colorado do Oeste, e mantiveram a decisão inocentando os envolvidos.

ENTENDA O CASO

Érico Jorge Cunha Batista havia vendido um ônibus para a empresa Bueno Tur em janeiro de 2010. O veículo pertencia à outra pessoa, que o financiara no estado do Paraná. Érico, que era chefe de gabinete da prefeitura, intermediou a venda para a Bueno Tur, e dois meses depois o veículo foi inserido em uma licitação para prestação de serviços públicos ao município.

Pelo envolvimento de Érico na transação, o MP acabou denunciando o próprio chefe de gabinete por fraude na licitação, o prefeito Bau por saber do esquema, e a empresa por atuar apenas como fachada. A justiça entendeu que Érico foi apenas um intermediador da transação, e por isso não acatou a denúncia.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Rul

sicoob credisul
covid19 – 728×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO