Lideranças se reuniram na gabinete do prefeito no paço municipal
Lideranças se reuniram na gabinete do prefeito no paço municipal

O prefeito de Vilhena, Zé Rover, se reuniu na tarde desta terça-feira, 30, com a diretoria do Frigorífico da cidade, e com o superintendente do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) em Rondônia, José Valterlins Calaça Marcelino.

A reunião ocorreu no gabinete do prefeito e serviu para reforçar o acordo entre o município e MAPA, além de discutir a abertura de novos mercados.

Participaram da reunião, ainda, diretores do frigorífico e o secretário municipal Governamental, Gustavo Valmórbida.

Rover aproveitou a ocasião para falar da liberação de exportação de carne bovina entre o Brasil e os EUA. Após 15 anos de restrição à carne bovina in natura brasileira por questões sanitárias, os Estados Unidos abrirão o mercado para o produto, conforme negociação divulgada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Ao todo, o Distrito Federal e mais 13 estados brasileiros que estão livres de febre aftosa com vacinação e que podem se habilitar para exportar carne bovina in natura aos Estados Unidos, entre eles Rondônia. Dentro do Estado, Vilhena, por possuir uma das maiores e mais estruturadas plantas de frigorífico do país, tem representação significativa nesse cenário de exportação.

O convênio entre a Prefeitura e MAPA prevê a inspeção sanitária da carne produzida no Frigorífico e confere a ela um selo de qualidade, o SIF (Selo de Inspeção Federal), necessário para a comercialização com os Estados Unidos e outros mercados internacionais. “Essa é uma forma manter o aumento da produção, que saltou de mil para 1500 abates por dia, e com isso garantir a oferta de empregos. Para nós significa mais famílias empregadas e Vilhena sendo destaque no mercado internacional”, afirmou Rover.

Com o convênio, o município se encarrega de ceder para o núcleo de sanidade animal em Vilhena, médicos veterinários e agentes de inspeção sanitária. Valterlins destacou que Rover tem sido parceiro da questão de sanidade animal em Rondônia. “A parceria celebrada com Vilhena serve como referência no Estado e foi fundamental para a abertura de novos mercados de exportação da nossa carne, é uma parceria única em Rondônia”, destacou.

A carne de Rondônia hoje já e exportada para 33 países, entre eles a Malásia. De toda a carne bovina exportada pelo país, o Estado é responsável pela fatia de 15%, sendo que no ano passado a exportação de carne movimentou quase um bilhão de reais em Rondônia.

Texto e Foto: Assessoria


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO