ChaconA enfermeira Jâzanya Silva Moura, que é coordenadora técnica da equipe Estratégia Saúde da Família (ESF) do Centro de Saúde Leonardo Alves de Souza, em Vilhena, onde trabalha o médico cubano Pedro Luis Estrada Chacon que foi detido por perturbação do sossego defendeu o médico.

“Ele é um profissional exemplar e nunca tivemos queixa do serviço dele aqui no centro de saúde”, disse a enfermeira.

O médico foi detido pela Polícia Militar (PM) durante a noite desta quarta-feira, 13, no pátio de um posto de combustível, localizado na Avenida Paraná.

De acordo com informações obtidas pela reportagem do Extra de Rondônia, Pedro Luis estava com sinais visíveis de embriaguez e foi detido por perturbação do sossego das pessoas que estavam no estabelecimento comercial.

A enfermeira Jâzanya informou que o médico foi liberado após o registro da ocorrência policial e por ser um profissional responsável compareceu ao centro de saúde para trabalhar na manhã desta quinta-feira, 14.

De acordo com Jâzanya, Pedro Luís trabalha na unidade de saúde desde maio do ano passado e nunca apresentou nenhum comportamento inadequado, sempre tratando os pacientes e funcionários com respeito e dignidade.

“Pedro conquistou a simpatia dos pacientes oferecendo um atendimento humanizado, ele é respeitado por todos os funcionários”, falou a enfermeira.

Opinião compartilhada pela agente de saúde, Carol Silva, que faz questão de enfatizar que o médico sempre é atencioso com os pacientes. “O Pedro Luis é muito querido por toda a comunidade que atende, um profissional capacitado”, afirmou Carol.

Casado com uma médica também cubana, Pedro Luis também já trabalhou no Centro de Saúde Cristo Rei e na escola municipal de educação infantil Profª. Aparecida da Silva.

A diretora da escola, Luana da Mata, disse que o médico cubano é um excelente profissional e sempre ofereceu um atendimento de qualidade aos alunos da intituição educacional.

“Nunca tivemos queixas do atendimento oferecido pelo Pedro Luis, lamentamos o ocorrido e reiteramos nosso apoio a ele”, disse Luana. A enfermeira Jâzanya ressalta que o médico vai continuar atendendo no centro de saúde.

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO