Ismael Pereira, de 19 anos, acusado de estuprar uma menina de seis anos, no dia 25 de agosto de 2017, no município de Cerejeiras, foi condenado a nove anos e dois meses de reclusão em regime fechado.

Constam nos autos do processo 1000935.5-2017.822.0013 – movido pelo Ministério Público do Estado de Rondônia, que foi provado a autoria do crime praticado pelo acusado Ismael Pereira de estupro contra a menor de seis anos.

Na ocasião, segundo o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Spiça, Ismael relatou que no dia do crime, saiu de sua residência por volta das 16h40, mesmo horário que o fato ocorreu, para ir até a casa de amigos, tomado um sorvete na rua e ao retornar, se deparou com o pai da criança já o acusando do estupro.

Ismael relatou ainda, que ao avistar a viatura da polícia, subiu em um pé de jaca e ali permaneceu por muito tempo, e após saiu pelos fundos de sua residência, se escondendo em um matagal, onde ficou até o início da noite.

Ainda segundo o jovem, como havia ficado sem comer e beber, foi até a casa de um amigo, que lhe aconselhou a se entregar, devido o caso ter sido divulgado na imprensa e sua foto estar circulando pelas redes sociais. Com isso, Ismael acampando de um advogado foi até a delegacia e se apresentou ao delegado.

Na época, as investigações comprovaram que Ismael cometeu o crime de estupro contra a criança. Ele foi condenado a nove anos e dois meses de prisão em regime fechado.

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Arquivo/Extra

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO