Estamos em guerra 728×90
Roçadeira teria consumido R$ 5 mil / Foto: Ilustrativa

O Ministério Público de Rondônia (MP) instaurou inquérito civil público para investigar uma suposta “farra de combustível” na prefeitura de São Miguel do Guaporé, município localizado na região do Vale do Guaporé.

No procedimento instaurado em 2 de maio, o promotor de justiça Jônatas Albuquerque Pires Rocha argumentou que a investigação é desencadeada após denúncia de suposta aquisição exorbitante de combustível para uso em uma roçadeira da Secretaria Municipal de Agricultura, no montante de R$ 5 mil.

A denúncia chegou ao conhecimento do MP em fevereiro de 2019.

O promotor explicou que é necessária a realização de diligências para melhor elucidação dos fatos. E que, para tanto, determinou o envio de ofícios à Secretaria de agricultura solicitando que, no prazo de 10 dias úteis, esclareçam a veracidade dos fatos contidos na denúncia, devendo a resposta pertinente ser devidamente subsidiada com documentos aptos a comprovar o alegado.

Ademais, requereu, ainda, o encaminhamento de cópia das requisições de combustíveis da pasta de agricultura referente ao mês de fevereiro de 2019.

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO