Professor Carlos era querido por desenvolver projetos sociais/Foto: Divulgação

Carlos de Bellis, de 60 anos, morreu nesta madrugada de segunda-feira, 23, após sofrer infarto, quando preparava o café da manhã, na fazenda Dom Pedro, onde trabalhava, em Corumbiara.

De acordo com informações, Carlos era muito querido na região, por desenvolver projetos sociais em parceria com a comunidade e com o poder público.

Carlos foi professor de informática por muitos anos e por último trabalhava no escritório da fazenda Dom Pedro.

O velório acontece em duas etapas, à primeira na noite desta segunda, na Capela Mortuária de Cerejeiras. E na manhã de terça-feira, 24, o corpo será transladado para Corumbiara, onde será velado por um curto espaço de tempo na quadra da Escola Mundo Mágico, depois será sepultado no cemitério local.


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO