Prefeito eleito Ney da Paiol / Foto: Divulgação

O prefeito eleito de São Felipe do Oeste, Sidney Borges de Oliveira (PSD), de 44 anos, o popular Nei da Paiol, concedeu entrevista ao Extra de Rondônia para falar sobre sua futura administração que inicia em 1º de janeiro de 2021.

Ele foi eleito no domingo 15 de novembro com 1.654 votos, derrotando nas urnas Zé Luiz (MDB), que ficou em segundo lugar com 1.347 votos, e Márcio Pereira (PL), com 500 votos.

Na entrevista, Ney da Paiol – que teve como vice Edson de Oliveira (PDT), o popular Edinho da Fa, de 43 anos – fez uma análise da campanha eleitoral, comentou sobre seu secretariado, a função que exercerá seu vice-prefeito e o relacionamento que terá com os vereadores da próxima legislatura.

Ele disse que sua gestão será baseada em meritocracia e não em apadrinhamento político, e, ainda, reforçou a promessa de “Corrução Zero” na prefeitura.

 

>>> LEIA, ABAIXO, A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

 

EXTRA: Faça uma análise de sua campanha eleitoral em São Felipe do Oeste. Qual é a maior dificuldade (se teve) que encontrou na campanha?

NEY: Fizemos uma campanha tranquila, através do corpo a corpo para levar nossa plataforma de trabalho, sem fazer promessas para ninguém; foi uma campanha voltada à ética onde o principal foco foi “Corrupção Zero”.

 

EXTRA: Porque o senhor acredita que a população lhe concedeu a vitória nas urnas?

NEY: Tenho convicção que o povo de São Felipe nos concedeu o Direito de gerir o município pelos próximos quatro anos, por termos uma política nova, inovadora, empreendedora, sem apadrinhamento político que houve ao longo dos 26 anos de emancipação política.

 

EXTRA: Além da nomeação do seu secretariado, qual será o primeiro ato após a cerimônia de posse que ocorrerá em 1º de janeiro de 2021?

NEY: Será conversar com os vereadores já empossados, um pacto, onde São Felipe estará em primeiro lugar nos próximos quatro anos. Fazer com que prefeitura e Câmara trabalhem em parceria, em harmonia, com o único objetivo: o desenvolvimento e desmantelamento (caso houver) de coisas que não são benéficas para nosso município.

 

EXTRA: Aliás, já decidiu quais nomes irão compor seu primeiro escalão na prefeitura de São Felipe?

NEY: Sim, grande parte sim. Mas ainda não vou expor os nomes. Fiz um compromisso de informar primeiro aos partidos políticos da base. O que posso adiantar é que será uma equipe técnica, com conhecimento em cada área específica; é o que estamos priorizando no momento.

 

EXTRA: Qual será o papel do seu vice-prefeito nas demandas do município?

NEY:  Essa pergunta responde a uma das nossas propostas de campanha. Não concordo que o vice-prefeito seja esse cidadão figurativo. O nosso terá sim atribuição legal, de repente não com a nomenclatura de chefe de gabinete, mas exercendo dentro da prefeitura um trabalho de ligação entre o prefeito, secretários e jurídico. Ele terá horário de expediente na prefeitura pontualmente.

 

EXTRA: Como será seu relacionamento com o Legislativo?

NEY:  O relacionamento será de diálogo, o melhor possível. Fizemos cinco vereadores nessa composição, num total de nove. Não abro mão do diálogo, entendimento, já que isso prevalece em qualquer circunstância. Temos que ser independentes, mas sempre exercendo o respeito. Isso trará bons frutos para o nosso município.

 

EXTRA: Qual são as primeiras ações que o senhor pretende executar para que o município recupere a imagem de próspero município em nível estadual?

NEY:  Quase 85% da riqueza do nosso município é produzida no campo. Não temos um comércio pujante. A nossa principal economia é agricultura familiar, a pecuária. Nesse sentido, nossa secretária municipal de agricultura vai trabalhar bastante com órgãos estaduais para fomentar o desenvolvimento do agronegócio, dos nossos cafeicultores, da nossa bacia leiteira.

 

EXTRA: Qual é sua mensagem à população de São Felipe do Oeste?

NEY:  Quero dizer à população de São Felipe que o que falamos em campanha não são falácias. Vamos levar a sério nossas propostas até o último dia administração. Importante frisar que o que falamos em campanha, como “corrupção zero”, ela vai ser zero. Nossa gestão será baseada em meritocracia e não em apadrinhamento político. Agradeço a todos do povo de São Felipe por ter acreditado nestes dois jovens, que nunca exerceram nenhum cargo eletivo, mas que sabem da responsabilidade e condições de fazer um bom mandato, onde todos que votaram no 55 irão se orgulhar de ter confiado em Ney da Paiol e no Edinho.


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO