Clayton Robson Teixeira, de 58 anos/ Fotos: arquivo da família

Dentro de poucos minutos após a imprensa vilhenense divulgar na manhã desta sexta-feira, 03, a imagem do pedreiro Clayton Robson Teixeira, de 58 anos, que saiu de Curitiba/ PR com  destino à casa da irmã em Rolim de moura, mas acabou se perdendo em Vilhena, uma enfermeira o avistou perambulando no Centro da cidade e comunicou a irmã Eliza Regina.

Temendo que Clayton fugisse novamente ao ser abordado, a enfermeira foi acompanhado ele de carro enquanto mandava a localização em tempo real para Eliza.

Após encontrar o irmão no cruzamento da Avenida Marques Henrique, Aliza pode retornar para Rolim de Moura aliviada e na companhia da visita tão esperada.

“Foi obra de Deus e de vocês de imprensa que nos ajudaram, pois a enfermeira viu a foto dele nos sites e o reconheceu”, afirmou Eliza aliviada.

 

 

 

 

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO