Grão / Foto: Ilustrativa

A balança comercial teve um resultado positivo em agosto de U$ 7,7 bilhões. Isso significa que o país exportou mais que importou no período. O saldo comercial é recorde para meses de agosto, superando o ano passado em 25,7%.

As exportações brasileiras no mês passado bateram o recorde para agosto e chegaram a US$ 27,2 bilhões. Um crescimento de 49,2% quando comparado a igual mês do ano anterior.

“Essa é uma exportação recorde para meses de agosto superando o recorde anterior que foi em agosto de 2011 no valor de U$ 26,1 bilhões”, disse o subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Herlon Brandão. “O crescimento das exportações ocorreu tanto na quantidade quanto nos preços, mas principalmente nos preços”, afirmou.

Já as importações, no último mês, atingiram US$ 19,5 bilhões.

EXPORTAÇÕES

As exportações foram impulsionadas pelos setores: crescimento de 19,4% em Agropecuária, que somou US$ 4,73 bilhões; aumento de 113,3% em Indústria Extrativa, que chegou a US$ 9,20 bilhões e, crescimento de 32,9% em Indústria de Transformação, que alcançou US$ 13,13 bilhões.

Os principais destinos dos produtos brasileiros são países da Ásia, como China, Hong Kong e Macau.

IMPORTAÇÕES

As importações por setor de atividade econômica foi o seguinte: crescimento de 26,7% em Agropecuária, que somou US$ 0,42 bilhões; aumento de 262,4% em Indústria Extrativa, que chegou a US$ 1,12 bilhões e, crescimento de 57,1% em Indústria de Transformação, que alcançou US$ 17,80 bilhões.

“Eu venho apontado aqui essa a média diária de 2021 como tendo uma trajetória sustentada ao longo do ano”, afirmou o subsecretário.

ACUMULO

No acumulado do ano, o saldo da balança comercial é de US$ 52 bilhões, um aumento de 45,7% em relação ao mesmo período do ano passado. Esse montante também é recorde para o período e já superou o saldo de todo o ano passado.

“Temos recorde de exportação de U$ 188,9 bilhões para os primeiros oito meses do ano. O recorde anterior havia sido em 2011 de U$ 164,8 bilhões”, informou. Segundo Herlon Brandão, houve ainda um recorde para o saldo comercial. “O recorde anterior havia sido em 2017 que foi U$ 40,9 bilhões. Eu destaco aqui também que o saldo comercial de U$ 52 bilhões já superou os 12 meses do ano passado”, ressaltou.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO