Vidro de carro foi quebrado / Foto: Extra de Rondônia

Dois homens foram presos na madrugada deste domingo, 26, após danificarem mais de 10 veículos no município de Cacoal.

Conforme informações colhidas pelo Extra de Rondônia, a Polícia Militar (PM) recebeu informações via 190 durante a madrugada de que dois suspeitos, utilizando uma motocicleta, teriam realizado disparos de arma de fogo contra um veículo.

De posse das informações foram realizadas diligências em várias ruas da cidade e os efetivos da lei lograram êxito em localizar os dois suspeitos nas proximidades da BR-364 e outro no centro da cidade.

Ao ser abordado, um deles repassou as características do comparsa. A central de operações da PM recebeu uma ligação onde uma pessoa relatou ser vítima de um suposto roubo de motocicleta no centro da cidade. E é lá que estava o comparsa.

Os suspeitos alegaram que estavam sendo perseguidos por uma pessoa que conduzia uma caminhonete branca com a intenção de matá-los. Porém, quem os seguiu foi justamente uma das vítimas dos crimes praticados.

Dentro de uma bolsa, a polícia localizou uma faca e um alicate. A dupla alegou que os instrumentos eram para defesa pessoal durante uma festa da cidade. Mas, momentos depois, as versões mudaram e relataram que o alicate era utilizado para quebrar retrovisores e para-brisas dos veículos.

Os dois envolvidos ainda gravaram vídeos durante os atos delituosos o que comprovou a veracidade dos fatos. No total, quase 10 veículos foram danificados durante a madrugada.

Mediante ao ocorrido, ambos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil onde foi realizado o registro da ocorrência e apresentados ao delegado de plantão.

Instrumentos encontrados com a dupla / Foto: Extra de Rondônia

https://

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO