Fotos: Extra de Rondônia

Através de informações prestadas por um dos participantes da chacina que tirou a vida de cinco pessoas na fazenda Vilhena há pouco mais de um mês, equipes do Núcleo de Inteligência da Polícia Militar, Força Tática e Patrulhamento Tática Móvel (PATAMO) chegaram ao paradeiro da caminhonete  do casal Heladio Cândido Senn, vulgo “Nego Zen” e Sônia Biavatti, que havia sido furtada da propriedade na noite da do crime.

De acordo com informações obtidas pela reportagem do Extra de Rondônia, no domingo, 21, um dos participantes da chacina de alcunho “Jairão”, que foi delatado por outros integrantes da organização criminosa, foi preso em Espigão D’oeste e quando era conduzido para Vilhena, deu detalhes de como se desfez junto com um dos comparsas, da caminhonete de Heladio, após perceberem que não conseguiriam vende-la.

Seguindo as coordenadas fornecidas pelo criminoso, os militares encontraram por volta das 17 horas desta segunda-feira, 22, 30 km depois do distrito do Guaporé, sentido a uma fazenda chamada ” Duas meninas”, a caminhonete do fazendeiro totalmente queimada.

O veículo era a peça que faltava para fechar o quebra-cabeças e apontar os integrantes da organização presos no último dia 17, no “Assentamento Escurão”, já no Município de Pimenta Bueno, como autores de uma das chacinas mais sangrentas já registrada no Estado de Rondônia.

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO