Foto: divulgação

Em preparação para agosto e setembro, período que tradicionalmente registra o maior número de focos de calor no Estado, o Poder Executivo Estadual vem realizando ações conjuntas de vários órgãos para combater às queimadas; focando em seis municípios que representam quase 70% dos incêndios nestes meses, sendo eles: Porto Velho, Nova Mamoré, Candeias do Jamari, Machadinho d’Oeste, Cujubim e Buritis. Haverá, de forma intensiva, nestes municípios, por autoridades; ações de conscientização, fiscalização, autuação imediata e orientação por meio da Polícia Militar Ambiental e Corpo de Bombeiros Militar – CBMRO.

“Nossas equipes já estão estabelecidas em campo, distribuídas em sete bases deslocadas estrategicamente em seu perímetro de atuação, com ações de caráter preventivo e ostensivo. As equipes de bombeiros estão em 15 municípios do Estado, que representam mais da metade do território e 75% da população rondoniense. Considerando que 68% dos focos de calor no Estado se concentram em seis municípios e a ação vai focar nesses locais”, explica Adriano Reis de Oliveira, capitão do CBMRO e Chefe de Execução Operacional em Rondônia.

A análise dos dados mostra a relação entre queimadas e desmatamento. De acordo com o relatório da Corporação, “não por acaso, estes mesmos seis municípios são responsáveis por 65% do incremento anual de desmatamento”. Apenas do dia 4 a 27 de julho já foram feitas 258 ações de prevenção; 537 incursões de combate a incêndios; 29 capturas de animais; oito autuações e oito identificações de animais mortos pelo fogo.

Deve-se levar em consideração, ainda que, em 2019, dos 197.634 focos de calor foram detectados no Brasil; 126.089 ocorreram na Amazônia Legal (63,8%), sendo 11.230 localizados em Rondônia, tornando dessa forma, o Estado responsável por 8,9% dos casos inerentes da Região.

As ações de combate têm como principal objetivo prevenir o aumento dos inúmeros casos e penalizar pessoas que causem focos de incêndios e desmatamento ilegal. Para denúncias basta entrar em contato com o Corpo de Bombeiros Militar pelo 193 ou Polícia Militar pelo 190.


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO