Em Vilhena, Raupp explica recursos, comenta denúncias arquivadas e o deferimento de sua candidatura: “Sou ficha limpa”

Arquivado em: Política |

O senador Valdir Raupp (MDB) visitou a redação do Extra de Rondônia nesta semana, momento em que falou a respeito de diversos assuntos.

O objetivo da visita à Vilhena foi a de cumprir agenda política em vários municípios da região do Cone Sul.

Ele citou as ações que resultaram em benefícios para os municípios da região, as denúncias que enfrentou em relação à “Lava Jato”, o desentendimento com Confúcio pela vaga ao Senado e o deferimento de sua candidatura pelo Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE/RO).

Raupp, que já governador do estado, disse que no seu mandato incentivou os agricultores e que todas as cidades do Cone Sul têm investimentos. “Caso reeleito, Rondônia pode esperar a continuidade de um trabalho forte nas áreas de saúde, planejamento, saneamento”, frisou.

46 AÇÕES CONCRETAS EM VILHENA

Raupp iniciou a entrevista dizendo que – segundo pesquisas – foi o senador que mais benefícios trouxe para Rondônia. Ele citou investimentos na ordem de R$ 304 milhões para restaurar a BR-364, como relator do orçamento da União, e teve importante articulação para trazer a empresa Havan a vários municípios de Rondônia, incluindo Vilhena. “Rondônia não pode perder a experiência que tenho e capacidade para alavancar investimentos”, avalia.

Com relação à Vilhena, ele informou, ao todo, há 46 ações/obras concretas resultado do seu mandato. Disse que a prefeitura tem à disposição R$ 2,5 milhões, sendo R$ 2 milhões para reformar o hospital regional e R$ 500 mil para compra de insumos e materiais. Citou ser autor de benefícios nas travessias urbanas que estão restauradas, recursos de R$ 12 milhões para asfaltamento urbano e drenagem das principais avenidas, como Tancredo Neves.

Garantiu ter ajudado na aprovação do curso de Medicina, assim como a implantação do IFRO e o curso de jornalismo na Unir.

JORNALISMO POR DIREITO

Ao saber pela equipe do Extra de Rondônia que o curso de jornalismo estaria ameaçado de ser transferido para Porto Velho, o senador foi enfático: “Só vamos aceitar tirar o curso de jornalismo se vier o de Direito para Vilhena. Podem contar comigo!”, comprometeu-se.

Ainda, Raupp também se comprometeu, junto com Confúcio Moura e Maurão de Carvalho, de construir um novo hospital em Vilhena.

DENÚNCIAS ARQUIVADAS

Apesar das diversas denúncias que teve na operação “Lava Jato”, o senador disse que nunca pensou em desistir por continuar a trabalhar por Rondônia. Disse, porém, que todas as acusações foram vazias e, por isso, resultou no arquivamento.

“Nunca deixei de trabalhar um dia por Rondônia, sempre de cabeça erguida. Nesta quarta-feira, Raquel Dodge (Procuradora-Geral da República) arquivou mais um processo meu. Ela mandou um ofício de uma denúncia vazia da Lava Jato. Foram cinco denúncias que viraram inquérito. Isso aconteceu por que fui presidente nacional do PMDB, mas todas arquivadas por absoluta falta de provas. Denúncias vazias de delatores que queriam se safar da cadeia. Não estou nessa vida para envergonhar minha família e nem meu estado de Rondônia”, analisa.

CANDIDATURA DEFERIDA PELO TRIBUNAL

Raupp também comentou o deferimento de sua candidatura à reeleição pelo Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE/RO), a primeira de 13 candidatos ao senado em Rondônia.

Segundo ele, não houve pedido de impugnação do Ministério Público Eleitoral e nem de seus adversários políticos.

“Denúncia tem bastantes, mas até provar a culpa é uma longa história. A gente sofre até que se prove a inocência. Mas todos estão percebendo que não tenho absolutamente nenhuma culpa. A inocência está sendo comprovada. Isso mostra que sou Ficha Limpa. A minha ficha é cristalina”, destacou.

 “BRIGA” COM CONFÚCIO PELA VAGA

Sobre o desentendimento com Confúcio Moura pela vaga ao senado durante a convenção, Raupp explicou que o MDB é acostumado com adversidades. “O partido saiu da luta, do embate. Agora todos saem unidos”, resumiu.

Senador em entrevista ao diretor Orlando Caro

 

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Extra de Rondônia

COMUNICADO:

Respeitando a legislação eleitoral, o espaço para comentários desta matéria não está disponível. O objetivo da iniciativa é evitar problemas jurídicos devido a possíveis ataques de internautas contra candidatos. O Extra de Rondônia pede a compreensão de todos neste período eleitoral.