Queimada 728×90
Prefeito José Walter da Silva / Foto: Divulgação

O Ministério Público (MP) instaurou procedimento preparatório Difusos e Coletivos para investigar possíveis irregularidades em nomeação, em cargos públicos, de servidores com direitos políticos suspensos no município de Alvorada do Oeste.

De acordo com a promotora de justiça, Dinalva Souza de Oliveira, quatro pessoas estariam na lista dos “irregulares”, sendo Sheila Alves Saraiva Cunha, Arlete Gonçalves Rabelo, Adão Alves Machado e Janete Maria Pasqualotto.

Oliveira afirmou que os servidores mencionados foram condenados no bojo da Ação Civil Pública n. 0005037-78.2008.4.01.4101 à pena de suspensão dos direitos políticos, dentre outras, mas continuam exercendo função pública no município.

Em sua argumentação, a promotora disse que recomendação neste sentido foi enviada ao prefeito José Walter da Silva, mas o mesmo, apesar de ter conhecimento dos fatos, todavia não exonerou os servidores.

“Considerando a necessidade de requisição de documentos e diligências, visando escorreita apuração das supostas irregularidades, resolver instaurar o presente procedimento preparatório,  com objetivo de apurar possíveis irregularidades no âmbito da prefeitura de Alvorada do Oeste/RO”, reforçou a promotora.

>>> LEIA, ABAIXO, O PROCEDIMENTO NA ÍNTEGRA:

ALVORADA PROCERDIMENTO MP
segurança – 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO